croissants

weekend project | projeto de fim de semana

2014-05-11 10.50.34-2

Essa é uma daquelas receitas tipo “missão”, de passar o dia na cozinha mesmo, de avental cheio de farinha, de cabelos presos num coque alto.
Mas vale a pena. É uma aventura com final feliz!

Croassaints são uma verdadeira delícia. Um pecadinho gostoso de cafés-da-manhã hedonistas de final de semana gostoso. O triste fato é que em 99% das vezes eles não levam manteiga, mas sim gordura vegetal (talvez um pouco de manteiga só pra dar o aroma, e só). (Manteiga é uma coisa cara, think about it)

Essa receita é purista. Tem que fazer com a melhor manteiga que puder encontrar. É outro papo, e faz toda a diferença.

É absolutamente o melhor croissant que já comi na vida. 108 camadas de massa fenômeno e manteiga delícia. Quando fiz, achei que seria uma coisa de se fazer “só uma vez na vida e nunca mais”. Juro! Mas já fiz essa receita 4 vezes e cada vez me supreendo! Hoje em dia nem acho mais tão complicada. Ela apenas leva tempo. E colocar tempo em certas coisas é gostoso e gratificante.

Enough said!

O link da receita está aqui, é do blog Leite’s Culinaria. Tem que seguir tudo tim-tim por tim-tim. Imprima!

Dicas:

Recomendo organizar um pouco a geladeira antes de começar, para ter uma prateleira livre já que vai ter que levar a massa à geladeira várias vezes durante o processo (é pra manteiga não derreter e se misturar com a massa. Assim, as camadas ficam bonitinhas).

O timing é super importante, até pra não infernizar a sua vida. Já cheguei a fazer esses croissants as 2 da manhã, porque “era a hora” de enrolar, seguindo a sequencia da receita. Então, para facilitar a sua vida, aqui vai uma sugestão: Comece a fazer a massa no sábado às 18:00h. Siga todo o passo-a-passo até a hora de enrolar os croissants. Enrole. Coloque na bandejas de forno e leve à geladeira. No dia seguinte, retire da geladeira às 08:00 e deixe que cresçam ao ar livre por mais ou menos 1:30h (depois de 1:10h, preaqueça o forno…). Daí é só pincelar com ovo batido e assar (melhor assar uma bandeja por vez, pra controlar o dourado).

Ah! Se você não for fazer um brunch nem nada e quiser fazer meia receita… Nem pensar!!!! A receita tem que ser feita inteira! A boa notícia: você pode congelá-los logo depois de enrolar a forma (sem deixar crescer!). Leve ao freezer numa travessa e depois coloque-os em zip-locks. Descobrimos que o truque pra ter eles fresquinhos de manhã é transferir do freezer pra geladeira na tarde do dia anterior, de preferencia já em cima de uma assadeira com papel manteiga. De manhã (às 08:00, tirar da geladeira e deixar ele pegar a temperatura ambiente e crescer por mais ou menos 1:30 enquanto preaquece bem o forno e prepara o ovo para pincelar. Comer croissants fresquinhos por volta das 10:00 – vale a pena!)

Para alocar 2 bandejas grandes na geladeira durante a noite, simplesmente deixe 3 espaços maiores entre os croissants. Coloque 3 copos na bandeja, e assim você já tem um apoio pra outra bandeja de cima.

Baking sheet não é comum no Brasil. Mas outro dia eu achei no supermercado! Fica na sessão de magipacks, a marca chama “Dover Roll” e o nome do produto é Assa+Leve. É novidade, mas resolve a sua vida para vááárias receitas (odeio papel manteiga, isso aqui é bem melhor! Só tome muito cuidado – esse papel Assa+Leve tem só um lado certo. O lado brilhante tem que ficar em contato com a massa!).

É legal fazer no mínimo a metade dos croissants com recheio. Gosto de usar presunto cru (cortado bem fininho) e mozzarella de bufala fatiada (bem fininha também). Pode ser 60g de cada pra receita, é o suficiente. Nunca tentei rechear com chocolate, mas tem que ficar bom: só coloca um quadradinho de chocolate no meio do triângulo antes de enrolar. A receita rende 28 croissants pequenos. Já fiz eles com diferentes recheios, mas o campeão foi presunto cru e queijo manchego (que fiz quando estava na Espanha). Mmmmh! Também recomendo comer os sem-recheio com Philadelphia e geléia de laranja. É divino!

Seguindo a receita bem a rigor, ela rende 28 croissants (4 tiras de massa cortadas em 7 triângulos). Se você quiser rechear, sugiro fazer 4 triângulos por tira (corte fora uma tira das laterais, pra ficar um corte limpo em todos os lados). Croissants maiores são mais fáceis de rechear.

No site, eles colocam as quantidades em onças. Pra faciliar, aqui já vai a conversão:

Ingredientes –

1 pacote (12g) de fermento biológico
56g açúcar
375g farinha
295g de leite integral frio
226g manteiga de boa qualidade
1 ovo para pincelar

Espero muito que um de vocês algum dia se aventure nessa receita!

.

english version coming soon

.

– only for pros and lovers –

(farinha, fermento biológico, açucar, leite integral, manteiga, 1 ovo)

2013-05-11 16.50.37 2014-05-11 09.10.58-2 2014-05-11 10.50.11

bem você

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s